Histórico

O Instituto Acaia é uma organização social sem fins lucrativos que acolhe e oferece atividades sócio-educativas a crianças, adolescentes e famílias em seus três núcleos: Ateliê Acaia e Centro de Estudar Acaia Sagarana situados na Vila Leopoldina (SP) e Acaia Pantanal situado em Corumbá (MS). O Instituto Acaia foi criado em abril de 2001 para institucionalizar as atividades que aconteciam desde 1997 no Ateliê.

Início

Em 1997, sete crianças dos arredores do CEAGESP – Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, na Zona Oeste de São Paulo, a convite da artista plástica Elisa Bracher, começaram a frequentar o seu ateliê para aulas de marcenaria.

Ainda não havia um projeto, apenas o desejo de estreitar o convívio entre pessoas de culturas diferentes e repartir espaço e máquinas destinados à criação artística. A única regra para frequentar era ter vontade de estar ali.

Assim nascia a “Marcê”, como é conhecida até hoje por muitas crianças do Acaia e suas famílias.

Além da oficina de marcenaria, outras atividades surgiram, sempre construídas em sintonia com a observação das crianças, seus desejos e necessidades: culinária para fazer o lanche do final do dia, costura para fantasias, arte para colorir objetos de madeira.

Logo, com mais de cem crianças participando, ganhou corpo um projeto e o espaço precisou ser adaptado e educadores chamados para responder à crescente demanda. Foi assim que a “Marcê” passou a denominar-se Ateliê Acaia, sendo criado, em 2001, o Instituto Acaia, para dar suporte às suas ações.

Hoje o Ateliê Acaia recebe crianças e adolescentes de 6 a 18 anos, muitos deles moradores das favelas da Linha (ou Votoran) e do Nove (ou Japiaçu), e do conjunto habitacional Cingapura Madeirite, que participam de diversas oficinas: linguagem oral e escrita, artes, música, letramento digital, marcenaria, biblioteca, vídeo, oficina do sentimento, capoeira, dança, costura e bordado, culinária, xilogravura e tipografia. O período noturno foi aberto aos familiares, para oficinas de marcenaria e bordado. Muitos vêm acompanhados de crianças pequenas que, assim, começam a participar de atividades.

Atualmente o trabalho é realizado na sede e também nos barracos-escola nas favelas do Nove e da Linha, na lavanderia comunitária e em ações externas de urbanização e jurídicas. Nos barracos-escola são oferecidas atividades lúdicas e de artes para crianças, marcenaria e oficinas de costura e bordado para adultos.

Com a ampliação das atividades, o Ateliê passou a ser dividido em eixos de funcionamento. Com uma sempre numerosa lista de espera, a única regra continua sendo a vontade de estar no Ateliê.

Ateliê Acaia

O Ateliê desenvolve um programa de educação em oficinas, com freqüência diária e no contra turno escolar. Além das oficinas de marcenaria, linguagem oral e escrita, internet, artes, música e vídeo entre outras, são servidas refeições, e disponibilizados material de higiene e chuveiros. As crianças e adolescentes moram em duas favelas, a “da Linha” e a “do Nove”, e no conjunto habitacional Cingapura “Madeirit”. O Ateliê mantém um barraco-escola em cada favela, onde há atividades lúdicas, refeições e plantão de enfermagem, e uma lavanderia comunitária na favela da Linha. Para os pais são oferecidas oficinas de bordado e marcenaria no período noturno. O Instituto propõe e apoia ações para a garantia dos direitos básicos de cidadania dessas famílias: saneamento, habitação e acesso a serviços públicos. Recebeu os prêmios Urban Age Deutsche Bank/ London School of Economics em 2008 e o Prêmio Milton Santos da Câmara Municipal do São Paulo em 2009.

Centro de Estudar Acaia Sagarana

O Centro de Estudar Acaia Sagarana foi criado em 2005 com objetivo de ajudar estudantes do Ensino Médio de escolas estaduais a se prepararem para o ingresso em universidades.

O Sagarana busca fortalecer as competências necessárias aos estudos, como a ampliação da autonomia para estudar, o vínculo dos participantes com o conhecimento e sua capacidade de gestão do próprio processo de aprendizagem. Oferece aos alunos selecionados um curso anual com aulas de Língua Portuguesa, Redação, Literatura, Matemática, Biologia, Física, Química, História e Geografia, complementadas por atividades que ampliam o universo cultural e as perspectivas profissionais dos alunos

Em 2006 foi firmada uma parceria com o Anglo Vestibulares, que anualmente oferece 20 bolsas de estudo integrais em seu curso extensivo.

Desde o início do Centro de Estudar Acaia Sagarana mais de 70 adolescentes ingressaram em importantes universidades – USP, Unicamp, Unesp e Unifesp, entre outras.

Acaia Pantanal

No ano de 2008, o Instituto Acaia estendeu suas atividades para Corumbá – MS com a abertura uma filial, Acaia Pantanal, onde desenvolve um programa de educação formal através de escola local e itinerante para a população ribeirinha do Rio Paraguai, contribuindo para o desenvolvimento social com sustentabilidade ambiental.